Vacinou e gripou? Saiba quais são as verdades e mentiras sobre a vacina da gripe

6 de março de 2020 Por Casa Crescer

“Fiz a vacina e fiquei gripada. Nunca mais faço.” Você já deve ter ouvido ou até mesmo falado isso, mas este é um dos mitos que vou explicar, entre tantas outras verdades e mentiras sobre a vacina da gripe.

A gripe pode matar mais de 70 mil pessoas a cada ano e a forma mais eficaz de prevenção é a vacina.

É só começar a falar em campanha de vacinação, que começam a surgir muitas verdades e mentiras sobre a vacina da gripe.

Leia sobre:
Verdades e mentiras
Grupos de risco
Outras maneiras de prevenir a gripe

Verdades e mentiras sobre a vacina da gripe

Mesmo tendo resultados positivos e eficácia comprovada, ainda há quem duvide dos benefícios da vacina da gripe.

Isso resulta em um cenário alarmante: mais de 770 mil pessoas são internadas anualmente na América e apenas metade dos componentes dos grupos de risco são imunizados no continente americano.

Anualmente, as vacinas têm alterações nas suas composições, devido às mutações dos vírus. Por isso, a vacina da gripe deve ser reaplicada todos os anos.

Mentiras sobre a vacina da gripe

 

A vacina pode causar gripe!

Essa é uma das maiores mentiras sobre a vacina da gripe e contribui muito para que as pessoas deixem de vacinar.

A verdade é que não é a vacina que causa gripe. O que acontece é que a campanha de vacinação geralmente ocorre em um período em que a imunidade pode estar baixa.

O organismo leva até duas semanas para ficar imunizado após a aplicação da dose. Portanto, o que pode ocorrer é que a pessoa contraia um resfriado ou até mesmo gripe e pense que a vacina foi a causadora.

 

As reações da vacina são perigosas

Mentira! As reações causadas pela vacina da gripe consistem apenas em vermelhidão e dor no local da aplicação.

 

A vacina da gripe pode ser aplicada somente uma vez

Mentira! Como já falei antes, assim como o vírus, que é um organismo vivo, sofre mutações, anualmente a vacina da gripe também é modificada para proteger os indivíduos contra o vírus.

 

Vacina da gripe não é eficaz

Mais uma mentira! A vacina da gripe é o método mais eficaz contra a doença, mesmo que varie anualmente e de acordo com cada organismo.

No caso de uma pessoa imunizada ser infectada, a tendência é que a gripe seja mais amena.

 

Grávidas não pode tomar vacina

Mentira. As gestantes não apenas podem, como devem ser vacinadas, uma vez que compõem o grupo de risco.

 

Verdades sobre a vacina da gripe

 

Gripe mata

Verdade! Se você não tratar a doença, suas complicações podem evoluir e levar à morte, principalmente os indivíduos dos grupos de risco.

 

A vacina da gripe não pode ser aplicada em alérgicos a ovo

Verdade. Um dos compostos da vacina é a ovalbumina, que pode causar um choque anafilático.


Grupos de risco

  • Idosos
  • Adultos entre 55 e 59 anos
  • Crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias
  • Gestantes
  • Puérperas
  • Trabalhadores da saúde
  • Professores de escolas públicas e privadas
  • Povos indígenas
  • Doentes crônicos
  • Forças de segurança e salvamento
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional


Outras maneiras de prevenir a gripe

  • O Ministério da Saúde recomenda uma série ações que auxiliam na prevenção da gripe:
  • Lavar e higienizar as mãos com frequência
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa
  • Evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca
  • Ter boa alimentação e beber bastante líquido
  • Evitar contato com pessoas que estejam com sintomas da gripe
  • Manter a sua casa bem arejada

Clique aqui e saiba por que agendar a sua vacina da gripe na Casa Crescer.

Agende as vacinas de toda a família clicando aqui.

Fique com a gente e veja conteúdos incríveis sobre saúde para você, para as crianças e toda a família!

síndrome de burnout como identificar os sintomas