Saúde da mãe e da mulher na pandemia: por que você precisa se cuidar?

Compartilhe:

Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp
20210308094834303861i 1 - Casa Crescer

A essa altura, não é novidade que o isolamento social nos trouxe inúmeros impactos psicológicos. Entretanto, hoje queremos falar de um caso bastante específico: a saúde da mãe e da mulher na pandemia. 

Aqui, falamos de mulheres e mães em situações diversas. Temos, por exemplo, mulheres que precisaram trabalhar apenas de casa. Outras que, em casa, tiveram ainda que cuidar da família. Muitas perderam o emprego, muitas estiveram – ou estão – em lares abusivos. 

Em cenários assim, a saúde mental se deteriora. Por isso, hoje trouxemos alguns sinais de que talvez não esteja tudo bem e que seja a hora de olhar com mais gentileza para si mesma.

Sinais de alerta para ficar de olho

Somos seres sociais. Portanto, é claro que em uma situação como essa, nossa energia tende a baixar. Contudo, às vezes, nossos hábitos e sentimentos nos alertam para algo mais sério, por isso, precisamos prestar bastante atenção em nosso comportamento.

Trabalho

O home office pode ser duplamente exaustivo. Contudo, quando a situação agrava, pode ser burnout. Quem sofre dessa síndrome geralmente sente:

  • Pressão alta;
  • Dores de cabeça;
  • Desânimo generalizado;
  • Dificuldade de concentração;
  • Sentimento de ansiedade;
  • Alterações bruscas de humor;
  • Entre outros.

É importante lembrar que todos esses sintomas podem ser, também, sinais de depressão. Por isso é tão importante se manter atenta a eles.

Maternidade

Sentir que a maternidade é um peso é outro sinal de alerta sobre a sua saúde mental. No pós-parto, inclusive, casos de depressão são comuns. Os sinais de alerta aqui são:

  • Cansaço extremo;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Sentimento de menos valia;
  • Tristeza profunda;
  • Excesso de preocupação.

E por falar em pós-parto, é importante termos bastante tato ao pensar nele, especialmente durante a pandemia. Ao se tornar mãe – especialmente pela primeira vez – muitas mulheres se sentem bastante impactadas pela mudança drástica na vida.

Com a chegada de um bebê, tudo fica diferente. Nesses momentos, é normal estranhar um pouco as novidades. Afinal, a mulher está vivendo um momento completamente daqueles que já viveu até agora. Isso, inclusive, é muito mais comum do que imaginamos – algumas mulheres até escondem esses sentimentos do marido. 

Contudo, como dissemos, alguns sintomas não podem ser considerados normais. Se você sentir algum dos sintomas listados, recomendamos que você pense sobre a possibilidade de visitar uma psicóloga. Ela pode ser fundamental para te ajudar a atravessar momentos difíceis com mais leveza.

Alimentação

Quando a saúde mental não anda bem, logo reflete em nossos hábitos alimentares. Sob a pressão da rotina, da rotina e da ansiedade, mulheres podem acabar descuidando da alimentação.

Nessas horas, o açúcar e os industrializados tomam conta de tudo o que comemos. Além disso, é comum que mães e mulheres também comam muito pouco (ou em excesso), ou deixem de lado seus horários de se alimentar.

Por isso, o acompanhamento de uma nutricionista é tão importante. A alimentação interfere diretamente não só em nossa saúde física, mas na mental também. Assim, os alimentos certos podem trazer mais gás e energia para o dia a dia.

Estética

No meio de tantos problemas, pode até parecer futilidade cuidar da aparência. Entretanto, esse tipo de autocuidado é capaz de fazer muito bem para a saúde mental.

Assim, na medida do possível, conceda a si mesma alguns momentos para se cuidar. Aqui, uma dermatologista pode ajudar muito. Além de manter a sua pele mais bonita, também pode deixá-la mais saudável. O ideal é que você tente ir ao dermatologista uma vez ao ano, independente da sua idade. É importante lembrar que a nossa alimentação, por exemplo, tem muitos efeitos sobre a nossa pele. O nosso estado de ânimo também, aliás.

Basicamente, corpo e mente trabalham juntos sempre.

Ter uma equipe completa e integrada à disposição é fundamental

Somos seres complexos. Por isso, como você pode ver, a saúde da mãe e da mulher na pandemia pode ser afetada de diversas formas, em diferentes aspectos. 

Dessa forma, ter uma equipe completa e integrada para te atender é uma excelente opção para se ter uma atenção plena e efetiva sobre si mesma. 

Mesmo fora da pandemia, ser uma mulher – uma mulher mãe! – já apresentava seus desafios. Agora, contudo, eles podem se intensificar. 

A boa notícia é que de forma alguma você está sozinha. Muitas mulheres passam e já passaram pelo mesmo e esse sentimento de pertencimento é bastante importante para você continuar seguindo e buscar por mais tranquilidade e plenitude nos seus dias.

Além disso, a equipe da Casa Crescer está completamente à sua disposição. Por aqui, você tem todos os profissionais do qual precisa em um só lugar – tudo para facilitar a sua rotina: nutricionistas, dermatologistas, oftalmologistas e pediatras, por exemplo. Com um amparo completo, é perfeitamente possível manter em dia a sua saúde mental e física. Se precisar, já sabe onde nos encontrar e como falar conosco!

Cuidados

Mesmo com a chegada da vacina da COVID, todos os esforços continuam necessários para que possamos cuidar de nós mesmos e cuidar dos outros.

Por isso, a gente, aqui da Casa Crescer, não pisca na hora de seguir cada protocolo de prevenção.

Não deixe de cuidar da sua saúde e da sua família. Venha em segurança e encontre um ambiente seguro.

Baixe seus ebooks

Baixe seu health planner

E planeje sua saúde mês a mês: mais organização, menos gastos, muito mais qualidade de vida.

Posts recentes

Quer saber primeiro?

Assine a nossa newsletter quinzenal e receba dicas sob medida

Outros também leram:

Ainda não conhece a Casa Crescer?

Entre em contato conosco agora.

adultos-perfil