Estimulação e Desenvolvimento na Infância

 

Estudos comprovam que a qualidade do estímulo realizado pelo cuidador/familiar e recebido pela criança na primeira infância, influenciam diretamente o desenvolvimento cognitivo infantil. Também devemos considerar a qualidade do ambiente familiar e dos relacionamentos. A busca e manutenção de um ambiente familiar saudável e tranquilo e o investimento em bons relacionamentos, propiciam o desenvolvimento infantil mais adequado.

Como estimular nossas crianças de 0 a 5 anos adequadamente?

Através da estimulação sensorial crianças conhecem o mundo, devendo familiares e cuidadores, criar estímulos que contemplem os cinco sentidos: audição, visão, olfato, gustação e tato.

A audição poderá ser estimulada através de conversas, músicas, instrumentos musicais, brinquedos sonoros, ruídos e sons presentes na rotina da criança e etc.

Para estimular a visão, podemos apresentar para a criança durante a primeira infância (0-5anos), lugares, objetos, pessoas, animais e tudo aquilo que possa ser mostrado para que a criança enriqueça seu repertório e conhecimento do mundo objetivo.

Olfato e gustação podem ser os sentidos estimulados durante as refeições, passeios à feiras e/ou supermercados, quando a criança poderá ser estimulada a conhecer alimentos, cheiros e sabores.

E por fim o tato, que será estimulado sempre que a criança tocar a si mesma e ao outro, aos animais, brinquedos, objetos e elementos da natureza, descobrindo texturas, temperaturas e o contato físico que é muito importante para a construção de relacionamentos e dos afetos.

Através dos órgãos dos sentidos e das relações apresentamos o mundo para nossas crianças e, para isso devemos utilizar o “brincar” como principal atividade para o desenvolvimento infantil adequado.

Escrito por: ROSANE TEIXEIRA  – Psicóloga Adulto e Infantil –  CRP 02414-6