Consulta pré-natal pediátrica: tudo o que você precisa saber

Compartilhe:

Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp

consulta pré-natal pediátrica

A consulta pré-natal pediátrica, aqui na Casa Crescer, é feita por uma equipe especializada. Em geral, é um momento que traz consigo muitas dúvidas. Se você sente que precisa saber mais sobre o assunto, que bom que está aqui! Neste artigo, vamos dar uma geral em tudo o que você precisa saber.

Essa consulta faz diferença no futuro? 

A evolução da ciência nos trouxe a seguinte novidade: somos somente 20% dos nossos genes. Os outros 80% sofrem interferência direta do ambiente. O ambiente pode, inclusive modular, positiva ou negativamente os nossos genes.

Os primeiros mil dias é o período que envolve toda a gestação. Bem como os primeiros 2 anos de vida de uma criança. É considerado o período de OURO em que todo investimento terá impactos ao longo de uma vida. Por quê? É nessa etapa em que absolutamente tudo está em formação.

Quanto mais recursos oferecermos para que essa formação se dê da melhor maneira, maiores os ganhos para o bebê, criança e adulto futuramente. 

Crianças melhores, adultos melhores, mundo melhor. Às vezes, precisamos de pequenos ajustes, mas que fazem toda a diferença. Frequentemente, por falta de orientação, pode passar despercebido. 

Para quem a consulta pré-natal pediátrica é indicada?

Para todas as gestantes. Inclusive, em todas as gestações, a partir da 20ª semana. Todos os que estão envolvidos na chegada do bebê podem fazer parte. Assim, o momento se torna ainda mais proveitoso para a futura mãe. 

A consulta, aliás, pode ser presencial ou virtual.

Por que ela é tão importante?

Você não deve perder a consulta pré-natal pediátrica! Afinal, é nela que você vai receber todas as orientações atualizadas e personalizadas de que necessita. E que orientações são essas? Elas, por sua vez, se referem aos melhores ambientes e condições que seu bebê precisa ter para uma formação adequada. Além disso, envolve, ainda, as melhores práticas para se ter desde a gestação até o futuro, com seu bebê nos braços.

A consulta é bastante minuciosa e detalhada. Ela dura em torno de 1 hora e não é à toa. Por que afirmamos isso? É neste momento que você vai construir uma base sólida para o seu futuro e o do bebê. Absolutamente todos os pontos importantes serão repassados durante a consulta. 

Por essa razão, inclusive, recomendamos fortemente que você não considere como suficiente uma consulta curta, de 15 minutos. Nós sabemos que elas são comuns. Entretanto, este não é um tempo suficiente para um olhar detalhado sobre todos os pontos que terão impacto durante o resto da vida.

Como a consulta acontece?

Nela, você vai compartilhar com o pediatra tudo sobre a sua rotina. Veja alguns exemplos:

  • Alimentação;
  • Rotina do sono;
  • Saúde mental;
  • Atividade física;
  • Rotina de trabalho;
  • Pets.

Aqui, o objetivo é que você tenha a consulta mais personalizada possível. Por essa razão, inclusive, é importante você encontrar um pediatra com o qual se identifica.

Depois, quando o bebê chegar, a logística para sair de casa e ir ao consultório fica mais complicada. Mais do que isso: devem ser evitadas, nesse primeiro momento. Por isso, nada melhor do que ter um pediatra para chamar de “seu” e seguir com o acompanhamento necessário. 

Ademais, a chegada do bebê sempre traz consigo inseguranças e dúvidas. Mesmo quando a mãe não é de primeira-viagem, um novo bebê é sempre uma novidade. 

O que você vai saber durante o pré-natal pediátrico?

Até aqui, falamos sobre como a consulta pré-natal pediátrica é completa. Porém, o que, exatamente, é abordado nela? 

Primeiramente, há uma avaliação sobre a gestação. Além disso, há ainda avaliação da configuração familiar. Outro ponto de destaque é o acolhimento das angústias, dúvidas e anseios da mãe e da família.

Contudo – e felizmente – não é só isso. 

 

Quais tópicos são abordados, então?

  • Informações sobre as diferenças entre os Testes do Pezinho, bem como qual é mais recomendado para o seu bebê. Além disso, também orienta sobre o que deve ser feito caso o teste seja positivo;
  • Explicações sobre os fatores de risco para prematuridade, que podem ser evitados durante a gestação;
  • Orientação sobre a importância da avaliação odontológica e da saúde bucal;
  • Encaminhamento para a realização do Ecocardiograma Fetal, quando este for necessário;
  • Informações sobre os benefícios da amamentação. Não obstante, também se fala sobre como é a técnica correta, para evitar fissuras mamárias. Aqui é, ainda, o momento de compartilhar caso a pega não esteja adequada;
  • Avaliação sobre a condição das mamas, bem como orientações personalizadas;
  • O que é colostro e apojadura;
  • Atenção na escolha da maternidade e sala de parto, bem como no momento do nascimento e sua via de parto;
  • Procedimento com o bebê após o nascimento;
  • Rotinas da maternidade;
  • Alimentos ideais para a gestação, além dos que devem ser evitados;
  • Momento ideal para primeira consulta após alta da maternidade;
  • Detalhamento sobre todos os testes que o bebê precisará fazer na maternidade (coração, língua, pezinho etc.);
  • Esclarecimentos sobre o armazenamento de células do cordão umbilical;
  • Informações sobre berço seguro e prevenção de morte súbita;
  • Prevenção de depressão pós-parto;
  • Dicas para passar pelo puerpério de forma mais tranquila;
  • Como escolher quem será a sua rede de apoio. Afinal, estar cercada das pessoas certas faz toda a diferença.

Bastante coisa, não acha? Por isso, reafirmamos a importância de uma consulta longa o suficiente para que todos esses tópicos sejam trabalhados. 

Além destes, há outro tópico bastante importante que é trabalhado no pré-natal pediátrico: as vacinas.

O profissional orientará mãe e rede de apoio sobre vacinas?

Com certeza! Inclusive, as vacinas não são apenas as do bebê, mas também as da mãe e cuidadores. Afinal, um cuidador devidamente imunizado é uma proteção a mais para a criança. 

Outro ponto importante é que, nessa fase, qualquer doença pode ser motivo para hospitalização. Logo, a prevenção é fundamental. 

Na consulta pré-natal pediátrica, o profissional fará a avaliação da carteirinha de vacinação de toda a família. Ele esclarece, também, quais vacinas o bebê tomará ainda na maternidade.

E que vacinas são essas?

 

  • Tríplice bacteriana acelular, a partir de 20 semanas, em todas as  gestações;
  • Hepatite B + Influenza, para aquelas que são suscetíveis;
  • Para familiares e cuidadores do bebê, tríplice bacteriana acelular (difteria, tétano e coqueluche), como parte da estratégia Coccon, bem como vacina contra Influenza e demais pendentes.

Pós parto saiba quais cuidados ter durante a quarentena Bilila Baby - Casa Crescer

Como se preparar de forma completa para a chegada do bebê?

Até aqui, você entendeu que o pré-natal serve para deixar tudo em dia para a chegada do bebê. Assim, ele pode vir a esse mundo com saúde – e sua família e cuidadores também estarão saudáveis.

Entretanto, além disso, também sugerimos outras avaliações. Assim, a preparação fica completa.

Primeiramente, você deve passar por uma nutricionista. Além disso, o atendimento psicológico também é fundamental nesse momento. Para este, recomenda-se que seja feito a partir do último trimestre da gestação, até o puerpério.

Uma dermatologista também é indicada. Desse modo, a mãe pode cuidar de suas unhas, pele e cabelos. Tudo isso porque manter a autoestima também é importante durante uma gestação. O trabalho da dermatologista ainda vai além. É essa profissional que irá avaliar pintas, estrias e melasmas na pele. 

Além da mãe da criança, o restante da família também deve estar com a saúde em dia antes da chegada do bebê. Futuramente, é importante seguir com os cuidados. Ou seja, ir ao oftalmologista e dentista anualmente, realizar exames de rotina etc. 

Com a chegada de uma nova vida, é claro que a rotina se torna mais complicada. Nesse turbilhão de novas emoções, muitos descuidos com a saúde acontecem. Contudo, é preciso lembrar que, no que diz respeito à saúde, todo investimento vale imensamente a pena.

Nossas recomendações para os pais do bebê

Em um momento tão importante, tanta informação pode atordoar a família. Por isso, para não deixar nada para trás, nós recomendamos que mãe e familiares tragam para consulta uma lista de perguntas.

As mais feitas são:

  • Posso usar protetor de berço?
  • Como funciona o uso de probiótico?
  • Minha família tem miopia de alto grau, devo me preocupar? 
  • Devo congelar as células do cordão? 
  • Devo fazer Ecocardiograma fetal? Quando é o melhor momento? 
  • Como cuidar dos mamilos? 
  • Chupeta e mamadeira, preciso ter em casa? 
  • O que não pode faltar no meu enxoval? 
  • O que não preciso ter e que pode ser um desperdício de dinheiro?
  • Qual o uso correto da cadeirinha/Bebê Conforto?
  • O plano dá recibo para reembolso de consultas?
  • Qual deve ser a frequência de consultas no primeiro ano de vida?
  • O que acontece quando o pediatra está de férias?
  • O pediatra disponibiliza telefone para casos de emergência? 

Essa última questão, inclusive, é bastante frequente. Quem opta por ter um pediatra através de atendimento particular, tem à disposição um contato de emergência. Em convênios, como o atendimento deve ser mais rápido, nem sempre isso é possível.

Por isso, não hesite em garantir para você e sua família o suporte mais amplo e completo que puder.

Apoio que vai além da consulta pré-natal pediátrica

Nós sabemos que a gestação é um momento de descobertas e novas emoções. Além disso, sabemos que a nova rotina pode ser de difícil adaptação. Dessa forma, muitas vezes as futuras mães (e sua família) se encontram sem tempo.

Por esse motivo, a Casa Crescer é completa. Por aqui, todos os profissionais de que você precisa estão no mesmo lugar. Assim, o tempo é otimizado e cuidar da nova vida que está por vir se torna mais fácil e tranquilo.

Se você, futura mamãe, deseja confiar em nós nesse momento tão especial, agende uma consulta conosco. Estaremos prontos para acompanhar a sua gestação com todo o cuidado, profissionalismo e amorosidade que você precisa e merece. 

Cuidados

Mesmo com a chegada da vacina da COVID, todos os esforços continuam necessários para que possamos cuidar de nós mesmos e cuidar dos outros.

Por isso, a gente, aqui da Casa Crescer, não pisca na hora de seguir cada protocolo de prevenção.

Não deixe de cuidar da sua saúde e da sua família. Venha em segurança e encontre um ambiente seguro.

Baixe seus ebooks

Baixe seu health planner

E planeje sua saúde mês a mês: mais organização, menos gastos, muito mais qualidade de vida.

Posts recentes

Quer saber primeiro?

Assine a nossa newsletter quinzenal e receba dicas sob medida

Outros também leram:

Ainda não conhece a Casa Crescer?

Entre em contato conosco agora.

adultos-perfil