Vacina BCG: Tire suas dúvidas sobre esta vacina!

3 de abril de 2020 Por Casa Crescer

A vacinação continua sendo a maneira mais eficaz de se evitar diversas doenças imunopreveníveis como varíola (erradicada), poliomielite (paralisia infantil), sarampo, rubéola, gripe, hepatite B, febre amarela, entre outras.

As vacinas foram criadas para ensinar o sistema imunológico a reconhecer agentes agressores que podem provocar doenças, assim como para ensiná-lo a reagir produzindo anticorpos capazes de combatê-los.

A vacina BCG, aquela vacina que temos a marca no braço onde foi aplicada, tem o objetivo de prevenir as formas graves da tuberculose!

Reunimos as maiores dúvidas sobre essa vacina. Confira!

Onde a vacina BCG é aplicada?

É aplicada no braço direito por via intradérmica (injetável). Alguns dias após a aplicação forma-se uma pequena pápula (ferida) no local, que irá supurar (abrir) e eliminar uma secreção branca e sem odor.

Qual a idade para tomar a vacina BCG?

Pode ser aplicada já na maternidade , nos postos de saúde ou clínicas particulares no primeiro mês de vida.

Quantas doses de BCG são aplicadas?

Uma única dose, logo após o nascimento!

Qual a reação da vacina BCG?

Após alguns dias, a ferida se fecha e deixa uma pequena cicatriz arredondada no local. Esta reação é normal e demora em média um mês para se completar, mas há casos em que a ferida demora um pouco mais para evoluir. Não se deve espremer a lesão ou realizar curativo local.

Quais as contraindicações da vacina BCG?

Não deve ser administrada em crianças com peso inferior a 2 kg, pois elas apresentam maior índice de complicações locais. Essa vacina também é contra-indicada quando a criança apresenta lesões ativas extensas na pele e em imunodeficientes.

Qual a importância da vacina BCG?

No Brasil, são raros os registros das formas graves da tuberculose. No exterior, podemos usar a Suécia como exemplo.

O país suspendeu a vacina do cronograma e os casos da doença aumentaram entre as crianças.
A recomendação da vacina é feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que estima que a imunização previne mais de 40 mil casos anuais de meningite tuberculosa.

Vacine seu bebê assim que ele nascer e o proteja contra a tuberculose, clique aqui para agendar um horário!

Quer saber mais sobre nosso trabalho voltado à saúde integral da família? Siga acompanhando a Casa Crescer ou entre em contato com a gente.

síndrome de burnout como identificar os sintomas